GDF começa a comprar mais 85 mil cestas verdes da agricultura familiar - Correio do Poder

18 de junho de 2020

GDF começa a comprar mais 85 mil cestas verdes da agricultura familiar

Iniciativa reúne 256 agricultores e vai contribuir para a segurança alimentar e nutricional de 34 mil pessoas no DF e Região do Entorno


As cestas verdes são compostas por batata doce, abóbora, beterraba, repolho, abóbora Itália, cebola, tangerina e banana. Foto: Acácio Pinheiro

A Secretaria de Agricultura do Distrito Federal começou a comprar as cestas verdes produzidas pelos agricultores familiares do DF e Entorno. As 85 mil cestas serão doadas para a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) e para o Banco de Alimentos da Centrais de Abastecimento (Ceasa). A iniciativa vai contribuir para a segurança alimentar e nutricional de mais 34 mil pessoas na região.

Serão adquiridas cestas verdes produzidas por sete organizações rurais da agricultura familiar. São 256 agricultores familiares que produzirão cestas verdes até o final de novembro deste ano. As cestas verdes são compostas por 3 kg de batata doce; 1 kg de abóbora; 2,5 kg de beterraba; 1 kg de repolho; 2 kg de abóbora Itália; 1kg de cebola, 1 kg de tangerina e 1,5 kg de banana.

O secretário-executivo de Agricultura, Luciano Mendes, ressaltou que o Governo do Distrito Federal (GDF) acenou com recurso inicial de R$ 2 milhões para a compra dos produtos da agricultura familiar. “Esta é mais uma das ações para minimizar os impactos causados pelo fechamento das feiras e alguns pontos de comercialização dos agricultores familiares”, ressaltou Mendes.

A Seagri fez o processo da chamada pública, selecionou e cadastrou as entidades interessadas. E, também, ajudou a preparar os produtores para que eles pudessem entregar seus produtos já nessa terça-feira (16). “Essa é uma ação de fortalecimento do setor agrícola e parte integrante de um conjunto de ações que visam garantir a renda dos produtores familiares e distribuir alimentos para as entidades socioassistenciais”, completou Luciano Mendes.

“Chegaremos a distribuir mil cestas verdes por dia. Esta iniciativa, além de contribuir para a alimentação da população em situação de vulnerabilidade, promove o desenvolvimento econômico de agricultores familiares que precisam do apoio institucional para garantir emprego e renda no meio rural”, explicou o diretor de Compras Institucionais da Seagri, Lúcio Flávio.

Outros programas

Já foram entregues ao Banco de Alimentos de Brasília, neste ano, por meio de outros programas de compras institucionais, 5.598 cestas, um volume de 73,3 toneladas de produtos adquiridos dos produtores familiares, ajudando a manter a renda e o emprego no campo em tempos de pandemia causada pelo coronavírus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários ofensivos serão deletados.