Detran DF


Ao longo de 2021, o Palácio do Buriti, por meio do governador Ibaneis Rocha (MDB), pretende começar e entregar cerca de mil obras de pequeno, médio e grande porte em todas as regiões administrativas do Distrito Federal


Foto: Renato Alves.

Serão obras na saúde, educação, saneamento, habitação, mobilidade urbana e infraestrutura. Além dessas que serão entregues, outras 500 estão no planejamento para 2022.

A estimativa é de que até 100 mil empregos sejam gerados de forma direta ou indireta com base nos investimentos do Orçamento Geral da União, fundos do GDF, financiamentos sistematizados e recursos da venda da CEB.

Vale ressaltar que no ano de 2020, onde a economia do país enfrentou desafios provocados pela Covid-19, o GDF não parou em momento algum e continuou trabalhando por incansáveis melhorias.

Os secretários de estado do DF informaram que o governo e as pastas buscaram durante 2020 solucionar os problemas que impediam o avanço como a fragilidade de projetos básicos ou executivos, propriedade da área onde a obra estava sendo edificada, problemas ambientais, empresas que faliram, dentre outros.

"Fizemos todo um esforço para que não houvesse a paralisação de obras e esse esforço foi recompensado com a manutenção dos empregos que são gerados em função das obras públicas. 2021 será historicamente um ano de muito trabalho e realizações, em que mais obras serão inauguradas", ressaltou o governador do DF, Ibaneis Rocha.

Mesmo diante da pandemia e da grave crise financeira, o DF conseguiu vencer todos os obstáculos e garantiu: as contas fecharam em superávit de R$217,5 milhões. Ibaneis destacou o excelente trabalho dos servidores públicos nesta pandemia. "Mesmo em home office, os serviços públicos prioritários do GDF não pararam. Já disse isso e reafirmo: O oxigênio da máquina pública são os servidores", enfatizou.

O secretário de Economia do GDF,  André Clemente, teceu muitos elogios ao governador Ibaneis Rocha. "A gestão está saindo maior e melhor dessa crise em todas essas áreas. Juntamente com sua equipe econômica, foi realizado uma série de ações com tendência a criar um ambiente de desenvolvimento econômico que incentiva as empresas a virem para Brasília", garantiu o secretário.

André Clemente, acredita que, após a crise provocada pela pandemia, o DF terá um legado por ter se esforçado em não deixar a cidade parar. "Acreditamos que a questão epidemiológica é uma das vertentes de gestão dessa crise", avalia. "A outra é a questão social, de assistência, de desemprego, de fome. A terceira é a onda econômica. Se mantivermos os gastos públicos em dia, a segurança jurídica, a confiança econômica dos setores, vamos voltar a crescer mais rápido neste ano".

As obras são fator importante para enfrentar o desemprego – um grave reflexo da pandemia, como aponta o secretário de Obras, Luciano Carvalho. "A construção civil é um dos pilares para a retomada dos empregos, uma vez que emprega muito e emprega rápido", pontua. "Esse é um dos motivos pelos quais não estamos medindo esforços para tirar do papel inúmeras obras".

Acompanhamento constante
O monitoramento das obras de todos os órgãos do GDF é realizado rotineiramente pela Secretaria de Governo. "Apesar de todas as dificuldades por causa da pandemia, o governo tem focado em todas as regiões administrativas, sem contar as ações de zeladoria", aponta o titular da pasta, José Humberto Pires.

"O cuidado com a cidade para mantê-la conservada, além de obras que são fonte de emprego e renda, não parou", assegura o secretário. "Estamos usando tudo o que tem de recursos federais, de emendas parlamentares, refazendo convênios e investindo nas cidades".

Veja algumas obras que serão entregues no ano de 2021 por todo o DF:
10 viadutos
Ampliar mais de 200 escolas
Reformar mais de 300 praças
Construir mais 100 praças novas
Investir em iluminação pública, lâmpadas de LED
Recapeamento 2 mil quilômetros de asfalto
Duplicação da DF-140
Construção do Hospital Oncológico
Construção do Hospital da Região Centro-Sul
Ampliação do Hospital de Planaltina
Entrega de 8 novas UPAS
Construir e entregar 20 novas UBS´s
Construir  5 escolas novas
Construir 15 creches
Construção da Escola Técnica de Santa Maria
Ampliação do metrô mais 2km em Samambaia e Ceilândia
Túnel de Taguatinga
Construção de 1500 km de calçadas
Construção de mais 200 km de ciclovias
Construção de novo Batalhão da PMDF
Construção de novo Batalhão do CBM-DF
Construção de nova sede de Delegacia
Reforma de todos os Centros Olímpicos e Paralímpicos
Reforma do Teatro Nacional
VLT da W3 Sul
Requalificação completa da W3 Sul
Novo acesso de Águas Claras
Nova Feira Coberta de Águas Claras
Reforma da Feira Permanente do Núcleo Bandeirante
Pavimento de Concreto e Ferro na Via Estrutural
Terceira faixa na BR-020, entre Planaltina e Sobradinho
Conclusão das obras de Urbanização do Setor Habitacional Bernardo Sayão
Construção do Terminal Rodoviário do Itapoã
Construção do Terminal Rodoviário do Sol Nascente
Construção da Avenida do Sol
Construção do Mercado Central de Ceilândia
Campo de Futebol em Santa Maria
Campo de Futebol em Planaltina
Requalificação da Avenida Hélio Prates
Reforma das Quadras do Parque da Cidade
Obra de Infraestrutura do Trecho 02 e 03 do Setor Habitacional Sol Nascente
Entrega das Obras nos Lotes 2, 5, 8 em Vicente Pires
Requalificação da Avenida Comercial do Paranoá
Requalificação da Av. Boulevard de Águas Claras
Requalificação das Avenidas Comercial e Samdú de Taguatinga
Reforma de todos os Parques administrados pelo IBRAM
Construção e  entrega de 25 mil moradias
Construção e equipagem de 04 novas unidades da Casa da Mulher Brasileira
Share To:

Rainne Del Sarto

Comentar:

0 comments so far,add yours

Comentários ofensivos serão deletados.