Detran DF


Ordem de serviço libera mais obras de melhorias em Vicente Pires, os investimentos serão de R$ 35,6 mi com geração de 600 empregos, o documento foi assinado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB), o chefe do executivo local também visitou a obra da Unidade de Pronto Atendimento de Vicente pires, que terá capacidade de atender 4,5 mil pacientes por mês, Ibaneis também conferiu a finalização da ponte da Rua 4 e visitou a feira



As obras de construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Vicente Pires seguem em ritmo acelerado e receberam, na manhã deste sábado (19), a vistoria do governador Ibaneis Rocha. O equipamento público é o primeiro da região administrativa – onde vivem cerca de 72 mil pessoas, segundo a Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (Pdad) de 2019 – e faz parte de um pacote de melhorias de infraestrutura inéditas promovidas pelo Governo do Distrito Federal (GDF).  O governador Ibaneis Rocha assinou na manhã deste sábado (19) a ordem de serviço que libera a execução de novas obras de reestruturação de Vicente Pires. Serão investidos R$ 35.651.105,89 com geração de 600 empregos.

No total, serão construídos 228,9 mil metros quadrados de pavimentação; 10,6 mil metros de drenagem; 69,5 mil metros quadrados de calçadas e 398 metros de galeria subterrânea em Vicente Pires. Os trabalhos executados são de drenagem, pavimentação, calçadas e meios-fios em trechos das ruas 5, 6 e 12; calçadas e meios-fios nas ruas 8 e 10; e rede de drenagem pluvial em método tunnel liner por baixo da via Estrutural. Ao todo, Vicente Pires já recebeu cerca de R$ 600 milhões em investimentos até agora. Localizada em uma das principais vias da região, na Rua 10, a UPA de Vicente Pires vai receber R$ 6 milhões em investimentos em infraestrutura e aquisição de equipamentos médico-hospitalares. Este é um dos sete equipamentos do mesmo porte que estão sendo construídos no DF.

"A obra já está bastante avançada e vai trazer para Vicente Pires o que a população daqui merece: acesso a atendimento público de saúde", declarou Ibaneis.

A UPA de Vicente Pires segue o modelo básico de estrutura das unidades. Além de urgência e emergência, terá dois leitos para suporte crítico emergencial, seis de observação, um leito de isolamento, dez poltronas de medicação/inalação e três consultórios. Vai oferecer ainda exames laboratoriais de raios-X e urgência, e capacidade de realizar até 4,5 mil atendimentos por mês.



Ponte da Rua 4
Em visita por Vicente Pires, o governador Ibaneis foi conferir a finalização da construção da ponte que interliga a Rua 4 à Avenida da Misericórdia. Já são 95% do projeto executado. A obra de arte, que recebeu no início as defensas metálicas nas laterais da pista, vai ganhar também calçadas ao longo da via que chega até ela. Os 4 mil metros de meios-fios da via também já foram colocados.

"Vamos entregar uma cidade de verdade e totalmente regularizada, pois a gente espera garantir as escrituras de compra dos terrenos", garantiu Ibaneis, que finalizou a manhã na cidade passando pela Feira do Produtor.

Fotos: Renato Alves.
 
"Nós transformamos um lamaçal numa cidade, um 'poeiral' numa cidade, e eu fico feliz em ver as pessoas que moram aqui contentes por, finalmente, poderem viver numa região estruturada", disse Ibaneis.

No total, serão construídos 228,9 mil metros quadrados de pavimentação; 10,6 mil metros de drenagem; 69,5 mil metros quadrados de calçadas e 398 metros de galeria subterrânea. Todas são intervenções remanescentes dos projetos aprovados há mais de dez anos e que sofreram alterações diante do crescimento da cidade na última década.

"Esse contrato vai juntar várias pontas de serviços que ficaram soltas dos contratos anteriores e não puderam ser executados", explicou o secretário de Obras do DF  Luciano Carvalho de Oliveira.

Rede interligada
De acordo com o administrador regional de Vicente Pires, Daniel de Castro, as obras remanescentes vão, enfim, interligar 100% da rede pluvial de Vicente Pires, que atualmente está cerca de 93% pronta. "Toda intervenção traz desconforto para proporcionar melhorias. O que será feito agora vai acabar de vez com os alagamentos na cidade."

A solenidade ocorreu na Rua 1, com a presença de autoridades políticas como o secretário de Governo José Humberto; de Obras Luciano Carvalho; de Projetos Especiais Roberto Andrade; além da ministra-chefe da Secretaria de Governo, Flávia Arruda; e da deputada federal Celina Leão; e do distrital e líder de governo, Hermeto. De lá, o governador partiu para visitar as obras da Rua 12. A previsão de conclusão das novas intervenções é de até 14 meses.

A professora aposentada Gislayne Selma, 56 anos, é moradora da Rua 3 da Colônia Agrícola Samambaia. A conclusão da rede pluvial foi feita, faltando agora a pavimentação asfáltica e a construção das calçadas. "Vai mudar tudo o que foi interrompido, como as linhas de ônibus e o acesso de cadeirantes, que agora terão por onde passar", declarou ela.
Share To:

Rainne Del Sarto

Comentar:

0 comments so far,add yours

Comentários ofensivos serão deletados.