Detran DF


  Mais de mil leitos hospitalares, 6,5 mil profissionais contratados e R$ 300 milhões no combate à fome fazem o DF destaque no enfrentamento ao vírus



O Governo do Distrito Federal (GDF) não vem poupando esforços nem recursos na aplicação de políticas públicas para amenizar os efeitos da pandemia. Além de realizar mais de 500 mil testes de covid-19 e se destacar como o ente federativo com a maior testagem do país, foi o primeiro a decretar o isolamento social logo que os primeiros casos de infecção do novo coronavírus foram diagnosticados em Brasília.

Na rede hospitalar os investimentos se destacam pelos números: ao longo de 15 meses, mais de mil novos leitos foram disponibilizados, com a construção de três hospitais permanentes e cinco de campanha. Com isso, 6,5 mil profissionais de saúde foram contratados para o tratamento de pacientes infectados, inclusive atendendo moradores do Entorno.

"A nossa preocupação sempre foi manter a cidade funcionando, mesmo durante os desafios que a pandemia impôs a todos. Criar empregos e oportunidades é mostrar à sociedade que é preciso preparar o futuro. Foi a orientação que o GDF seguiu nesses tempos difíceis. E o GDF não parou"Governador Ibaneis Rocha

"Percebemos a entrega desses agentes públicos na prestação dos serviços, com especial destaque na pandemia, em que eles se mantiveram de forma ativa e perseverante", destaca o secretário de Saúde, Osnei Okumoto.

Para manter a economia aquecida e amenizar a crise, o governo disponibilizou R$ 5 bilhões em crédito facilitado para empresários do DF, além de prorrogar o prazo para pagamento de impostos a pelo menos 37 mil empresários. No combate à fome da população vulnerável afetada pela falta de renda, investiu R$ 300 milhões em programas de apoio e assistência social, beneficiando 700 mil pessoas.

"A nossa preocupação sempre foi manter a cidade funcionando, mesmo durante os desafios que a pandemia impôs a todos. Criar empregos e oportunidades é mostrar à sociedade que é preciso preparar o futuro. Foi a orientação que o GDF seguiu nesses tempos difíceis. E o GDF não parou", diz o governador Ibaneis Rocha.

O GDF também saiu na frente ao reservar vacinas para garantir a aplicação da segunda dose, evitando que a população já vacinada com a primeira ficasse desassistida. Em todo esse período desde que a pandemia foi decretada, ações promovidas pela Secretaria de Governo distribuíram mais de seis milhões de máscaras de proteção facial.

Apesar disso, autoridades de saúde do Distrito Federal alertam para que a população colabore fazendo a sua parte no uso de máscaras, evite aglomerações e continue higienizando sempre as mãos com água e sabão e álcool gel.

Fonte: Agência Brasília.
Share To:

Paulo Melo

Comentar:

0 comments so far,add yours

Comentários ofensivos serão deletados.