Detran DF

 Movimento liderado por Thais Riedel reuniu cerca de 500 advogados em frente ao TJDFT

Nesta terça-feira (26), ato pediu a retomada do atendimento presencial nos tribunais do Distrito Federal e respeito às prerrogativas da advocacia em frente ao Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDFT). O desembargador Sebastião Coelho foi ao encontro dos manifestantes e acompanhou o evento.

Thais lembrou aos manifestantes que a advocacia não é contrária aos avanços tecnológicos que passaram a ser adotados depois da pandemia, mas que isso não pode ser justificativa para que os magistrados não recebam os advogados. “Está no nosso Estatuto que o advogado deve ser recebido. Não somos contra os atendimentos e audiências virtuais, mas não podemos permitir que esses avanços prejudiquem a boa prestação de serviço jurídico”, disse a advogada. 

De acordo com o Estatuto da Advocacia os advogados têm o direito de se dirigirem aos magistrados em seus gabinetes de trabalho independente de horário agendado ou qualquer outra situação. 

O desembargador do TJDFT Sebastião Coelho foi ao encontro dos manifestantes e ouviu de Thais o movimento não é contrário à magistratura, mas que é um pedido de abertura de diálogo.  “O que nós queremos é um Tribunal Portas Abertas, uma magistratura que dialogue com a advocacia. Somos pilares da Justiça e quando uma delas fica alijada, quem perde é a sociedade”. 

A advogada também lembrou que há inúmeros casos de abusos sendo cometidos por juízes durante as audiências, como microfones cortados, impedimento de reagendamento de participação de testemunhas em decorrência de falhas técnicas, entre outras. “Esses casos, somados à falta de atendimento pelo magistrado configuram grave violação às prerrogativas da advocacia. E as prerrogativas não são benefício dos advogados. São garantidas da sociedade de que terão ampla defesa e um serviço jurisdicional adequado”. 

O ato foi encerrado com os participantes reafirmando o juramento feito no ato da entrega da carteira da OAB.


Share To:

Juliana Oliveira

Comentar:

0 comments so far,add yours

Comentários ofensivos serão deletados.