Detran DF


Mesmo bastante desfalcado em todos os setores (Nino, Gabriel Teixeira, Fred, Bobadilla, etc.), o Fluminense fez a obrigação de ganhar de um velho freguês


Por Raimundo Ribeiro

Só neste ano disputamos 6 FlaxFlu, ganhamos 4, empatamos 1 e deu zebra no outro.

Ainda assim, apesar dos números,  os "comentaristas " da globo flamengo negam os fatos, preferindo enganar os que não entendem de futebol.

A esses números nos profissionais some-se os resultados da base, onde o Fluminense é campeão no sub 15, sub 17 e sub 20.
 
Aí vira covardia, mas os números não mentem; quem mente são os torcedores fantasiados de "comentaristas", ventríloquos da globolixo.

Reposta a verdade, vamos ao jogo:
Enquanto o adversário ficava maior tempo com a bola sem saber o que fazer, JK(menino promissor, mas que ainda precisa aperfeiçoar alguns fundamentos) fez 1x0 aos 16 minutos.
 
Quando resolveu atacar, levou perigo e perdeu mais um gol.

No segundo tempo, o panorama continuou igual e quando o Fluminense resolveu atacar fez 2x0.

Se tivesse ambição, era jogo para golear, fazer 5, 6, 7 gols tal a fragilidade do sistema defensivo do adversário.

Some-se a isso a facilidade de Luiz Henrique passar como quer(quando resolve atacar), e a de JK fazer gols nesse time adversário.

Esse garoto tem vocação para fazer gol neles.

O time repetiu velhos erros, marcando na intermediária defensiva e à distância.

Além disso, falta ambição de massacrar o adversário, como se interessasse apenas ganhar; não, é necessário ganhar e ganhar bem massacrando o adversário durante 90 minutos.

O espetáculo é jogar bem, fazer muitos gols e consequentemente ser vitorioso.

E os jogadores do Fluminense tem todas as condições de fazer isso, bastando ver os números acima, isto é, se sem ambição, marcando mal e errado ganhamos sempre do time que os "comentaristas" dizem ser um dos melhores, imaginem quando corrigirmos a marcação e ter ambição. Vai ser um massacre em todos os jogos.

Independentemente dos velhos defeitos apresentados, o Fluminense foi superior em todos os aspectos que interessam ao futebol:

Fez 3 gols, perdeu vários, levou um gol em que o adversário chutou errado, e taticamente Marcão armou o time melhor que o técnico adversário (o que também não é nenhuma vantagem, pois o técnico adversário é muito fraco no aspecto tático).

Agora, é esperar que Marcão aprenda que, se o time quiser ganhar, basta jogar pra frente, atacando os 90 minutos, pois temos bons jogadores e o adversário é apenas um tigre de papel construído pelos "comentaristas".

Na hora que alguém ousa atacar, ganha até com facilidade, como aconteceu hoje.

Quarta-feira vamos enfrentar o Santos e se tiver coragem de querer ganhar, entraremos no G6.

Bora FLUZÃO!
*Raimundo Ribeiro é apaixonado por futebol e naturalmente tricolor.

Share To:

Fernando Melo

Comentar:

0 comments so far,add yours

Comentários ofensivos serão deletados.