Detran DF


Alego Ativa MorrinhosA 10ª edição do programa itinerante Alego Ativa aconteceu nesse sábado, 23, em Morrinhos, na região Sul do estado. A comunidade local recebeu, de forma gratuita, serviços jurídicos, de saúde e de capacitação profissional, disponibilizados por 36 instituições públicas e privadas parceiras. Pequenos produtores rurais também puderam expor e comercializar seus produtos. A iniciativa faz parte de um pacote de ações do Legislativo goiano voltadas a ampliar a representatividade e o envolvimento dele com a sociedade


Fotos: Carlos Costa.

Assim como o Cristo na entrada da cidade, Morrinhos, localizada a 132 quilômetros de Goiânia, abriu os braços para acolher o programa itinerante Alego Ativa, promovido pela Assembleia Legislativa de Goiás, nesse sábado, 23. Essa foi a 10ª edição, porém, Morrinhos é o segundo município a receber o programa, depois da suspensão temporária, forçada pela pandemia de covid-19. O Alego Ativa é uma iniciativa da Mesa Diretora desta 19ª Legislatura, presidida pelo deputado Lissauer Vieira (PSB), e tem como objetivo fortalecer a relação da Casa com a comunidade, em todos os cantos do estado.

O programa faz parte de um pacote de ações do Legislativo goiano voltadas a ampliar a representatividade e o envolvimento dele com a sociedade. Lissauer Vieira afirmou que a força do Alego Ativa está no trabalho conjunto. "Nessa 10ª edição, contamos com a parceria de 36 instituições públicas ou privadas. É o segundo município que recebe a iniciativa após mais de um ano e meio sem a realização de eventos presenciais voltados à população goiana, em consequência da pandemia. Essa retomada está acontecendo com o apoio da Associação Goiana de Municípios (AGM), que tem nos ajudado a reforçar essas parcerias para trazer esses benefícios imediatos para a comunidade e ouvir, in loco, as lideranças da região".

Desde às 6 horas da manhã, várias equipes de trabalho já estavam no local, distribuindo senhas para os atendimentos, como forma de evitar aglomeração. A população da cidade acordou cedo para ter acesso aos serviços. Dentre os parceiros que fizeram acontecer essa 10ª edição, estavam a Fundação Banco de Olhos, Fecomércio, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Federação da Agricultura do Estado de Goiás (Faeg), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE-GO), Polícia Civil do Estado de Goiás (PC-GO), a Prefeitura e a Câmara Municipal de Morrinhos.

O Alego Ativa é executado desde 2019 pela Diretoria de Assuntos Institucionais da Casa de Leis. O assessor da diretoria, diretor de Relações Institucionais da Federação do Comércio (Fecomércio) e idealizador do programa, Simeyzon Silveira, também frisou a importância das parcerias para fazer o programa acontecer com tanto sucesso. "A oferta de serviços ao cidadão só é possível por meio dessas parcerias estabelecidas. A Assembleia não pode prestar esse tipo de serviço, mas tem força para buscar parceiros, que caminham juntos conosco. Essa é a marca da atual gestão e o Alego Ativa é o resultado desse intercâmbio".

Uma das novidades dessa edição foi a ampliação do atendimento ao produtor rural. Nas edições passadas, a Federação da Agricultura de Goias (Faeg) já levava assistência, capacitação e crédito aos agricultores. Mas dessa vez, pequenos produtores puderam participar também da Feira da Agricultura Familiar. A cargo da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), que selecionou os participantes, a feira deu um toque de sabor e sustentabilidade ao programa. Doces artesanais, hortaliças, frango caipira, e outras delícias, tudo orgânico e direto da roça.

A presidente da Cooperativa dos Agricultores Familiares de Morrinhos (Cooperfat) foi uma das expositoras. Para Carmelucia Tagliari, uma oportunidade de fazer negócios, mas também de conhecer seus representantes no Parlamento goiano. "É uma grande satisfação participar do evento. Traz o benefício de mostrar o que a gente realmente faz, vender, fazer uma renda. E, também, de ver a equipe do Governo e saber quem está trabalhando pela gente lá em cima", afirmou a produtora.

Autoridades

Diversas autoridades também participaram do evento. Estiveram no local, além do presidente Lissauer Vieira, o deputado Amauri Ribeiro (Patriota), o ex-parlamentar estadual Maycllyn Carreiro (PRTB), o presidente da AGM e prefeito de Goianira, Carlão da Fox (DEM); o prefeito de Morrinhos, Joaquim Guilherme (PSDB); o presidente da Câmara Municipal da cidade, Professor Cayto (PRTB), acompanhado de vários vereadores.

Também compareceram o Secretário de Estado da Agricultura, Thiago Freitas, representando o governador Ronaldo Caiado (DEM); o Secretário de Estado da Retomada, César Moura; o presidente da Emater, Pedro Leonardo, o primeiro sub-defensor público, Tiago Gregório; o presidente da União dos Vereadores do Brasil - Subseção Goiás (Uvego), Ricardo de Oliveira; o prefeito de Gameleira, Wilson Tavares e o presidente Câmara Municipal de Mozarlândia, Valdeir Machado.

Maycllyn Carreiro, que ocupou uma cadeira de suplente na Assembleia entre junho e outubro de 2021, é representante de Morrinhos e foi um dos articuladores para que essa edição fosse realizada na cidade. Ele falou da importância de o Legislativo estar atento às demandas dos munícipios. "É um grande evento que traz cidadania, traz serviços importantes como os atendimentos médicos, odontológicos, jurídicos, os cursos profissionalizantes. Tudo isso são benefícios diretos ao cidadão, além de, principalmente, aproximar os parlamentares da comunidade".

Amauri Ribeiro, que também representa a região na Alego, faz coro com o colega no que diz respeito a servir o cidadão que mais precisa. "É uma forma que a Assembleia tem de levar à população serviços que não chegam com tanta facilidade. Além disso, o evento faz com que as pessoas nos conheçam, nos tragam suas demandas, para que possamos ajudar aqueles que nós representamos", arrematou.

Múltiplos atendimentos e capacitação profissional

Os parceiros presentes na 10ª edição do Alego Ativa ofertaram uma gama de atendimentos ao público, em diferentes áreas. Emissão de documentos, como Carteira de Identidade, que é um dos serviços mais procurados, Carteira de Trabalho, negociação de débitos de energia elétrica, vários atendimentos feitos no Vapt Vupt, cortes de cabelo, doação de mudas de espécies nativas e consultas médicas, foram alguns dos benefícios a que população teve acesso.

Gente como a estudante Janaína Barbosa, de 23 anos, que há mais de um ano, aguardava a oportunidade de tirar a segunda via da Carteira de Identidade. Ela perdeu o documento, e como não tinha como pagar pela nova emissão, viu no Alego Ativa a oportunidade de conseguir uma nova via. "Foi muito bom! Resolvi meu problema. Já na segunda-feira eu vou buscar a certidão no Fórum", comemorou.

Quem não estava precisando, mas queria doar algo de bom, também teve espaço no evento. A unidade móvel do Hemocentro esteve o dia todo no local coletando doações de sangue. A dona de casa Luciana Caetano não perdeu a oportunidade de ajudar a salvar vidas e ainda levou o marido. "Eu já tive familiares que precisaram de sangue e sei como é uma situação difícil. Como em Morrinhos não temos onde doar, quando eu vi o folder, senti que era a hora". Luciana ainda levou para casa dez mudas de árvores típicas do Cerrado. Um agradinho para a mãe plantar na chácara da família.

Uma das novidades dessa edição foi a apresentação de músicos que integram o quadro de trabalhadores da Alego. Durante todo o dia, o palco do evento foi ocupado por artistas, que interpretaram diversos estilos musicais, desde o sertanejo até o rock. Artistas locais também tiveram a oportunidade de mostrar o seu talento.

Quem também utilizou os serviços ofertados no programa foi a vendedora Daniela Maria Melo. Ela ficou sabendo dos cursos gratuitos que seriam ministrados e se inscreveu na capacitação "Fotos e vídeos para aumentar as vendas". Ela está planejando iniciar um comércio online de roupas e aproveitou para saber sobre como divulgar os produtos. Saiu encantada. "Foi uma bênção! O instrutor, Maykon Cardoso, tem um astral muito bom. O curso foi dinâmico, objetivo e, além das técnicas de fotos e vídeos, ele deu dicas de como expandir as vendas no site, usar as redes sociais e outras ferramentas virtuais. Foi uma renovação, com dicas até para as fotos pessoais", compartilhou.

O curso que Daniela participou integra a grade de capacitação profissional do Alego Ativa, que a cada edição oferece diferentes opções de cursos rápidos, mas que podem fazer a diferença na vida de muita gente. Em Morrinhos, o programa também ofereceu cursos de Primeiros socorros; "Excelência de atendimento ao público"; "Como planejar uma empresa de sucesso" (com o Sebrae); "Como se tornar empreendedor individual"; "Aspectos tributários no agronegócio"; "As formas de financiamento privado"; e "Matemática para o Enem".

Para o Secretário de Retomada, César Moura, o evento dá visibilidade às políticas implementadas pelo Governo do Estado. Ele entende que muitas vezes o cidadão não tem informações sobre os serviços a que ele tem acesso, como as linhas de crédito e vagas de emprego. Ele ressaltou sobre a oferta de cursos de capacitação profissional. "Estamos focando muito na questão da qualificação. Temos muitas vagas de emprego disponíveis nessa retomada, mas o que falta é qualificação profissional. E, com esses eventos, conseguimos nos aproximar mais do cidadão. Além disso, a parceria com a Alego facilita, porque tem mais representatividade, atrai mais público. Então [a parceria] é fundamental para entregarmos essa política pública", ressaltou.

Audiência pública

Além do atendimento social ao cidadão, o programa Alego Ativa promove, em cada edição, uma audiência pública com lideranças políticas da cidade e da região. O cidadão também pode participar, levando suas demandas diretamente aos seus representantes ou aos gestores das instituições parceiras.

Em Morrinhos, vereadores de várias cidades próximas estiverem presentes, a exemplo de Professor Jamil e Buriti Alegre. Mas também de municípios mais distantes, como o presidente da Câmara Municipal de Mozarlândia, Valdeir Machado. A demanda levada por ele foi sobre os serviços prestados pela Enel Distribuição. Segundo o vereador, a cidade é promissora, tem boas indústrias, mas tem sido prejudicada pela falta de eficiência energética. "Nós não temos muita falta de energia em Mozarlândia, mas sofremos com a oscilação. Tem noites que a energia elétrica "pisca" 30, 40 vezes, o que causa danos a máquinas, equipamentos e eletrodomésticos, gerando muitos prejuízos", reclamou.

O apontamento foi respondido pelo deputado Amauri Ribeiro, que lembrou que tem lutado contra o "desserviço" prestado pela Enel no estado, especialmente, pela dispensa de mão de obra qualificada que havia na empresa, antes da privatização. Segundo o parlamentar, ele já solicitou o comparecimento do presidente nacional da Enel para uma audiência na Assembleia Legislativa. Além disso, segundo o parlamentar, uma proposição que tramita na Casa deve ajudar a resolver os problemas. "O projeto prevê que a cada hora que ficar sem energia a empresa vai ter que repor cinco horas para o consumidor. Dessa forma, acho que as coisas vão melhorar", disse Amauri Ribeiro.

O prefeito de Morrinhos respondeu a questionamentos e apresentou demandas aos parlamentares. Ele também agradeceu pela iniciativa. "Em nome da população de Morrinhos, eu quero agradecer. Além de trazer mais serviços para a população, também nos dá a oportunidade de trazer nossos pleitos e, de imediato, ter as respostas. Precisamos mais disso", afirmou Joaquim Guilherme.

Um dos mais entusiasmados com a audiência pública foi o presidente da União dos Vereadores do Brasil - Subseção Goiás. Ricardo de Oliveira explica que para um vereador, especialmente de cidades pequenas, há muita dificuldade para ter acesso aos gabinetes dos secretários de Estado e com o Alego Ativa, o contato é direto. "Na audiência pública se ouve os anseios da comunidade. Aqui em Morrinhos, nós tivemos vereadores de vários municípios que puderam expor suas respectivas demandas. Contamos com a presença de secretários estaduais, de deputados, e do presidente da Alego para nos atender. É de uma grandeza... A Assembleia sai de Goiânia, vai para o interior, leva secretários para ouvir não só os vereadores, mas toda a comunidade. É dessa forma que podemos construir um mundo melhor para todos".

Para o presidente Lissauer Vieira, é nesse sentido, de estar próximo ao cidadão, que o Parlamento goiano vai continuar caminhando. "Vamos continuar ouvindo as lideranças, prefeitos, vereadores, as entidades classistas, para que nós possamos, cada vez mais, aproximar o Poder Legislativo da população, ouvir essas demandas e, lá na Assembleia, fazer essas discussões e tentar trazer esses benefícios para os municípios. Infelizmente, não é possível fazer mais de uma edição mensal, mas esse formato de um evento por mês atende as prefeituras e nós vamos continuar assim", frisou.

Já quase no fim do evento, o diretor de Assuntos Institucionais da Assembleia, Gustavo Sintra, comemorou o sucesso de mais uma edição do Alego Ativa, já com entusiasmo para preparar o próximo. "Entregamos muitos benefícios para as pessoas. Nós atendemos, agora há pouco, uma família que veio de uma fazenda perto de Caldas Novas para fazer Carteira de Identidade. Sair das dependências da Alego para atender a população é um mérito muito grande. E segunda-feira, já estarei em Jataí para começar a organizar a edição de novembro", arrematou.
Share To:

Walter Britto

Comentar:

0 comments so far,add yours

Comentários ofensivos serão deletados.