Detran DF
Pela segunda vez consecutiva, a empresa conquista certificação, que atesta a qualidade de seu inventário de gases de efeito estufa e o compromisso com o meio ambiente


Foto: Luciana Rezende.

O compromisso com a sustentabilidade e, particularmente, com o desafio de minimizar os impactos das mudanças climáticas, garantiu à Rio Branco Alimentos a conquista, pelo segundo ano consecutivo, do Selo Ouro no Programa Brasileiro GHG Protocol. Trata-se de uma importante ferramenta usada para entender, quantificar e gerenciar as emissões de gases de efeito estufa de organizações públicas e privadas. O resultado alcançado refere-se à atuação ao longo de 2020.

A empresa foi a primeira no setor de alimentos congelados, em Minas Gerais, a participar da iniciativa e realizar esse mapeamento, em 2018, o que lhe rendeu, na ocasião, o Selo Prata, em 2019. No ano passado, alcançou o Selo Ouro. A classificação atesta que, além de seguir todas as diretrizes do programa, a Pif Paf teve o inventário corporativo auditado por uma instituição verificadora independente, o que assegura credibilidade, exatidão e qualidade ao processo de mensuração.

A vice-presidente de Gente, Gestão e Sustentabilidade da Rio Branco Alimentos, Maria Paula Brancatelli, afirma que se trata de um reconhecimento muito importante e gratificante. "É uma certificação que conecta nosso negócio ao desafio de limitar o aquecimento global. Reforça nosso engajamento com a diminuição da emissão de gases de efeito estufa e com a melhoria dos nossos processos, valorizando o cuidado que temos com o planeta e com a nossa gente", destaca.

Ela lembra que o segundo Selo Ouro chega em um momento no qual a empresa acaba de divulgar seu primeiro Relatório de Sustentabilidade, reunindo as principais ações socioambientais, e de lançar o Manifesto de Sustentabilidade, com oito compromissos públicos para 2030, que refletem as principais iniciativas para contribuir com a construção de um mundo melhor e de uma jornada de evolução. O tópico número 3 do Manifesto está diretamente alinhado ao reconhecimento obtido no Programa GHG Protocol, pois se refere ao estabelecimento de metas para conter as mudanças climáticas (https://www.pifpaf.com.br/manifesto-de-sustentabilidade/).

Raio X
O inventário desenvolvido pela empresa – uma espécie de raio X das principais fontes de emissão de gases de efeito estufa em cada processo – reúne dados que permitem definir novas metas e estratégias responsáveis, bem como adotar tecnologias e procedimentos que reduzam os impactos ambientais das atividades. O Protocolo de Gases de Efeito Estufa (GHG Protocol) é um método utilizado por diversos países. No Brasil, é aplicado por meio do Programa Brasileiro GHG Protocol, coordenado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). A intenção é que todos os envolvidos possam identificar oportunidades de diminuição dos GEEs e contribuir, cada vez mais, para a desaceleração das mudanças climáticas no planeta.


Sobre a Rio Branco Alimentos
Com sede corporativa em Belo Horizonte (MG), a Rio Branco Alimentos, maior indústria frigorífica mineira, atua nas cadeias de produção verticalizadas de aves e suínos, sendo uma das maiores empresas nacionais do segmento alimentício. É dona das marcas Pif Paf, Fricasa, Ladelli, Club V, entre outras. Aos 53 anos, a companhia possui 12 unidades industriais, dedicadas à produção, abate e processamento de frangos e suínos, distribuídas entre os estados de Minas Gerais, Goiás e Santa Catarina. Seu mix contempla mais de 900 itens, entre carnes, pescados, embutidos, massas, pratos prontos, pães de queijo, entre outros.
Share To:

Paulo Melo

Comentar:

0 comments so far,add yours

Comentários ofensivos serão deletados.