Detran DF


A unidade do Sesc na 504 sul fica no centro histórico do comércio de Brasília na W3, berço das grandes empresas do atacado e varejo genuinamente brasilienses. Recentemente reformado, o local conta agora com painel de Athos Bulcão na fachada, ampliação do espaço Café com Letras, além do novo café literário. E para reconhecer o trabalho de um dos maiores protagonistas da história do comércio da cidade, o Sesc-DF nomeou de Alberto Salvatore Giovanni Vilardo a unidade. A cerimônia para reconhecer a trajetória do empresário pioneiro ocorreu nesta terça-feira (23), com depoimentos emocionantes que contaram um pouco da trajetória do homenageado


O presidente do Sistema Fecomércio-DF (Fecomércio, Sesc, Senac e Instituto Fecomércio), José Aparecido da Costa Freire, ressaltou a importância de reconhecer o trabalho de conselheiros e empresários que colaboraram para o crescimento das instituições do comércio e da cidade. "O Alberto tem todos os requisitos para ser homenageado. A colaboração que ele deu para o crescimento de Brasília é algo que precisa ser reconhecido. São mais de 700 colaboradores nas suas empresas. Isso é geração de emprego que muitas instituições grandes no DF não chegam nem perto disso", disse José Aparecido.

O diretor regional do Sesc-DF, Valcides de Araújo Silva, fez a abertura da solenidade e destacou a oportunidade de homenagear em vida, tendo a chance de ver a alegria do homenageado e o reconhecimento da família. "Estamos muito felizes de homenagear uma pessoa que fez história, não só pelas nossas instituições e pelo Sistema Comércio, mas pela nossa cidade, através dos seus negócios e da geração de emprego. Isso é dar oportunidade para mudar vidas e o Vilardo fez com muita excelência". O diretor lembrou também que a gestão do presidente José Aparecido tem se esforçado diuturnamente para melhorar as infraestruturas e equipamentos do Sesc-DF. "É um trabalho consistente e responsável na busca desse fortalecimento e expansão da estrutura. O que faz com que consigamos expandir nossos serviços em um momento que a população precisa tanto de auxilio", disse.

O secretário de estado e de governo do Distrito Federal, José Humberto Pires, esteve presente na homenagem representando o GDF e contou ser um grande amigo de Vilardo. "É uma noite muito especial. Vilardo é um grande amigo maravilhoso, vitorioso, que construiu uma família linda. Dentro desse homem que enfrentou todas as dificuldades de uma cidade começando tem um ser humano especial de um coração enorme. Basta encontra-lo em um avião que quando ele vê um amigo percebemos o tanto que ele fica feliz. Isso é muito valioso", lembrou o secretário.

Vilardo é conselheiro da Federação do Comércio do DF e empresário há mais de 45 anos. Emocionado com a homenagem, ele agradeceu a lembrança do presidente José Aparecido em reconhecer sua trajetória. "É uma alegria depois de 50 anos esse prédio que eu vi construir, que eu era convidado para filar a boia com o saudoso presidente da Fecomércio, Newton Rossi, o prédio agora ter o meu nome. Isso é um negócio divino, maravilhoso. Quando decidi vir para Brasília eu realmente queria saber se era verdade as promessas do maluco, que era como eu chamava Juscelino Kubitschek. O que está acontecendo agora com o agronegócio no Brasil eu ouvi da boca dele em Anápolis, em um almoço quando ele era candidato a Senador. Ele dizia que se fosse presidente ia desenvolver o agronegócio. Naquela ocasião eu ia comprar uma fazenda em Luziânia e só tinha calango. Hoje se produz até algodão egípcio. Olha a visão desse homem, um negócio fora do comum", disse Vilardo.

Sobre a unidade
Inaugurada em 10 de agosto de 1971, a unidade Sesc 504 Sul Alberto Salvatore Giovanni Vilardo conta com 3 mil metros quadrados e oferece serviços de saúde, cultura, assistência e esporte. O espaço foi a primeira unidade do Sesc no Distrito Federal, possui localização estratégica, na área central de Brasília, com acesso facilitado ao público. Este ano, passou por intensa revitalização. A obra faz parte de grandes mudanças previstas para a avenida W3, uma das mais tradicionais para o comércio e para a população de Brasília.
Share To:

Paulo Melo

Comentar:

0 comments so far,add yours

Comentários ofensivos serão deletados.