BBB 22: descubra em quais negócios os finalistas poderão investir os prêmios do primeiro, segundo e terceiro lugares

Premiações para finalistas variam entre R$ 50 mil e R$ 1,5 milhão


A final de um dos realities mais assistidos da televisão brasileira se aproxima e vem movimentando as torcidas. Após a saída de Jessilane, a Jessi, o Big Brother Brasil, em 22 anos de história terá uma primeira final formada apenas por homens. Com 20 participantes de diversos lugares do País, os 'brothers' foram divididos em dois grupos: o Pipoca, para aqueles que não são conhecidos do público ao entrar no programa; e o Camarote, composto por participantes já conhecidos, como atores e atrizes, atletas e influenciadores digitais. Marcada para 26 de abril, próxima terça-feira, a final irá consagrar o vencedor do BBB 22, que receberá o prêmio de R$ 1,5 milhão, além de um carro 0Km. O valor recebido pelo segundo colocado é de R$ 150 mil, enquanto o terceiro fica com R$ 50 mil.  Mas, o que fazer com estes montantes? Que tal investir em um negócio? Selecionamos, por faixa de investimento algumas opções que poderão ser abertas usando os valores dos prêmios:

De R$ 50 mil a R$ 200 mil

5àsec
Especializada no tratamento de roupas e produtos têxteis, por meio de um sistema de limpeza de qualidade, que utiliza equipamentos e produtos de alta tecnologia em seus serviços, a 5àsec é reconhecida no mercado como uma lavanderia inteligente. Seus diferenciais estão centrados no atendimento ao cliente e nos serviços especializados, como: a revitalização das cores das roupas; o processo de engomar, que conserva as roupas como recém-passadas; a impermeabilização, que evita incrustações de manchas, e o tratamento especial em couro, que o hidrata e rejuvenesce. Com investimento a partir de R$ 100 mil, a 5àsec é a maior rede de lavanderias do Brasil, com mais de 500 pontos de venda em todo o território brasileiro.

Royal Face
Rede de franquias do segmento de Saúde, Beleza e Bem-Estar associada a ABF, lançada em novembro de 2018, especializada no segmento de tratamentos estéticos em harmonização facial e corporal a preços baixos. A Royal Face já realizou mais de 200 mil procedimentos, beneficiando mais de 160 mil clientes. A acessibilidade ao tratamento com o Carnê da Beleza foi o carro-chefe para o grande crescimento da Royal Face em três anos de operação.  Atualmente, a marca está presente em 20 estados. São três modelos de negócios que levam em consideração a quantidade de habitantes de cada cidade. Os investimentos variam entre R$169 mil a 256 mil.

TRATABEM
Marca da Rede iGUi especializada na manutenção, assistência técnica e tratamento químico de todos os tipos de piscinas, a TRATABEM conta, atualmente, com mais de 150 unidades distribuídas pelo Brasil. O investimento inicial é a partir de R$ 68 mil, que já engloba taxa de franquia, Kit inicial de químicos, acessórios e suporte e o lucro médio mensal é de 40%, previsão de retorno entre 12 e 18 meses.

De R$ 200 mil a R$ 500 mil

Água Doce Sabores do Brasil
Os restaurantes da Água Doce são destino para famílias e grupos de amigos que buscam fazer de almoços, jantares, happy hours e confraternizações variadas um momento especial de entretenimento. O cardápio é extenso, repleto de delícias da culinária brasileira servidas em fartas porções e pratos. Além do extenso menu de cachaças e drinques, a casa é reconhecida pelo melhor Escondidinho do País, presente nas versões tradicional (carne de sol), camarão, frango e bacalhau, além das versões vegetarianas de palmito e alho-poró. Explorando o conceito rústico, os restaurantes proporcionam espaço aconchegante aos clientes, com música ao vivo e espaço kids, mais conhecido como Doce Cantinho. Atualmente, são 80 unidades em sete estados. Além do conceito de restaurante completo, a rede lançou dois modelos enxutos com investimentos menores: a Água Doce Express, que conta com um cardápio mais enxuto e foco em almoço e happy hour, além do tradicional jantar; e a Água Doce Delivery, focado nas entregas em domicílio e take away. Para abrir uma franquia da rede, é necessário investir a partir de R$ 305 mil, dependendo do modelo de negócio.

Calçados Bibi
Fundada em 1949, a Bibi é referência no mercado de calçados infantis. Com fábricas em Parobé (RS) e em Cruz das Almas (BA), produz mais de 2 milhões de pares ao ano. Presente em mais de 70 países nos cinco continentes, no Brasil está em mais de 3.500 mil pontos de venda multimarcas, além do e-commerce e de uma rede de franquias com 140 lojas. A empresa é a primeira calçadista certificada pelo Selo Diamante de Sustentabilidade, que atesta o compromisso com as iniciativas nos processos industriais, bem como o desenvolvimento de ações em sintonia com os pilares estabelecidos pelo programa de Origem Sustentável: Ambiental, Econômico e Social. A Bibi conta com dois modelos de negócios: Light, com objetivo de expandir para cidades de até 200 mil habitantes e investimento de R$ 450 mil; Standard, operação com investimento a partir de R$ 580 mil e foco em shopping centers de grandes cidades;

iGUi
A iGUi é a maior fabricante de piscinas em PRFV (poliéster reforçado com fibra de vidro) do mundo e está presente com indústrias e lojas em mais de 50 países. A rede iniciou suas atividades na cidade de Gravataí, na região metropolitana de Porto Alegre (RS), em junho de 1995. Em 2000, estabeleceu seu primeiro polo industrial fora da Região Sul, em Cedral, no interior de São Paulo. Em 2008, transferiu oficialmente sua sede para a cidade. Atualmente, com 27 anos de mercado, é líder mundial no segmento de piscinas em PRFV, contando com mais de 800 lojas no Brasil e exterior, nos cinco continentes. Com 40 fábricas estrategicamente instaladas no Brasil, Argentina, Paraguai, México, Portugal e Estados Unidos, a iGUi disputa os maiores e mais desenvolvidos mercados mundiais como os da Europa, Estados Unidos, Oriente Médio e Austrália. Para ser um franqueado da rede o investimento é a partir de R$ 250 mil.

Milon

No mercado desde 2006, a Milon é conhecida pela comercialização de roupas com inspiração francesa e estilo clássico, e veste desde bebês até o tamanho 14. A marca abriu a primeira loja da rede em 2010, em Joinville (SC) e, em 2017, ingressou no mercado de franchising. Atualmente, são 80 lojas físicas em operação, sendo 45 franquias e 35 lojas próprias. O investimento inicial franqueado é de R$ 350 mil, com prazo de retorno a partir de 24 meses.

Mr. Cheney
O Mr. Cheney é uma rede de franquias de cookies tipicamente americanos. Fundada no Brasil em 2005 pelo casal Lindolfo e Elida Paiva, a marca se tornou reconhecida no mercado por meio de sua receita especial, ensinada por um amigo, o cookieman americano Jay Cheney, da Califórnia, que inspirou o nome da rede. A primeira loja foi inaugurada no bairro da Casa Verde, em São Paulo, e, desde então, as franquias começaram a se espalhar por todo o Brasil. Com o diferencial do cookie recém-assado (conceito Fresh Baked), as lojas oferecem uma fornada a cada 20 minutos, espalhando o aroma inconfundível por todo ambiente. Além do cookie, o Mr. Cheney também oferece outras sobremesas, como cookie ice mountain (com sorvete), brownie, Apple Cobbler (torta de maçã americana), entre outras opções, sendo algumas sazonais. A marca possui mais de 80 unidades em operação, espalhadas em 14 estados brasileiros, e para ser franqueado é necessário investimento de a partir de R$ 320 mil.

Oral Sin
Fundada em 2004, no Paraná, a Oral Sin é a maior rede de franquias de implantes dentários do País e, desde 2009, atua no segmento de franquias. Atualmente, são mais de 450 unidades distribuídas por todas as regiões brasileiras. Pioneira na adoção de tecnologias digitais ligadas à odontologia, além dos implantes, também oferece atendimento clínico em geral, próteses dentárias, estética dental, ortodontia, toxina botulínica e enxerto ósseo. Atendimento odontológico humanizado e de excelência, acolhimento, respeito, carinho e flexibilidade no pagamento – que promove o melhor custo-benefício do mercado – estão entre seus pilares. O investimento para abrir uma franquia é de a partir de R$ 452 mil. 

A partir de R$ 500 mil

Casa do Construtor
A Casa do Construtor é uma rede de franquias especializada na locação de equipamentos para construção civil, pequenos reparos, manutenção, limpeza pesada e jardinagem. Fundada em 1993, a rede oferece opções para todas as fases da obra, como container, andaime, betoneira, rompedor, misturador, compactador de solo, gerador e até itens mais leves como furadeira e serras. Com mais de 300 unidades em todo o País e duas unidades no Paraguai, a Casa do Construtor é a única franquia com este formato no Brasil. Em 2021, mesmo com a pandemia, a rede cresceu 54%, faturando mais de R$ 500 milhões. A trajetória de sucesso rendeu a Casa do Construtor diversos prêmios com destaque para Franquia do Ano pela ABF e pela Revista PEGN.  O investimento para abrir uma franquia da rede é de Investimento: a partir de R$ 661 mil, para cidades entre 100 e 200 mil habitantes. O lucro mensal é de 40% e o faturamento gira em torno de R$ 90 mil.

Divino Fogão
Desde 1984, o Divino Fogão lançou-se no mercado com uma estratégia inovadora, servindo o que há de mais saboroso e variado da comida típica da fazenda. Hoje, o Divino Fogão é nacionalmente reconhecido por seus produtos de excelente qualidade e com sabor genuinamente brasileiro. Receitas próprias e exclusivas foram desenvolvidas ao longo dos anos, procurando atender o gosto e o paladar brasileiro. A rede conta com 197 restaurantes presentes em todas as regiões do País. O investimento para fazer parte da marca é de R$ 800 mil.

Postar um comentário

Comentários ofensivos serão deletados.

Postagem Anterior Próxima Postagem