Pábio Mossoró, Ronaldo Caiado e outras autoridades participam de Santa Missa em louvor a Nossa Senhora de Fátima do Jardim Céu Azul

A celebração aconteceu na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, nesta sexta-feira (13), e contou  a presença do governador Ronaldo Caiado; do prefeito de Valparaíso de Goiás, Pábio Mossoró, do presidente da Câmara Municipal, Plácido Cunha; do deputado federal Delegado Waldir;  do deputado estadual Wilde Cambão e do prefeito de Abadiânia, Zé Diniz. A missa comemora a aparição de Maria aos irmãos canonizados pelo papa, e representa uma noite de devoção para os fiéis que participaram da cerimônia



Essa sexta-feira, dia 13 de maio, é um dia especial para a comunidade católica em Valparaíso de Goiás, no Entorno do Distrito Federal. Nesta data é comemorado o Dia de Nossa Senhora de Fátima, onde os católicos recordam a primeira das aparições de Nossa Senhora aos três Pastorinhos – Jacinta, Francisco e Lúcia – que ocorreu na cidade de Fátima, em Portugal, no ano de 1917.

Foto: Cleben Lopes

"Valparaíso de Goiás comemora com muita alegria os 105 anos da aparição de Nossa Senhora de Fátima, que é a mãe do nosso salvador Jesus Cristo. Ela apareceu, em 1917, aos dois pastorinhos, os irmão Jacinta e Francisco, que foram canonizados pelo papa Francisco - ele que tem despertado em todos os cristãos o sentimento da misericórdia. À Nossa Senhora, nós devotamos muito carinho e respeito, pois compreendemos o papel dela dentro da Igreja Católica. Estou muito feliz por participar das comemorações de Valparaíso, pois esse também é um momento de profunda reflexão e de promover o amor ao próximo. Afinal, foi isso que ele nos deixou como mensagem maior, baseada nos pensamentos e na vida do seu filho", declarou o governador Caiado.

De acordo com o bispo, a virgem Maria é quem observa as necessidades e carências dos seus filhos e filhas. "A mãe de Jesus sabe quando seus filhos não estão bem ou quando algo não caminha na direção certa. Maria aparece no evangelho como a grande intercessora e como aquela que aponta o caminho para a salvação. 'Façam tudo o que meu filho vos disser'. Essas palavras têm grande força simbólica e revelam o traço novo da figura dela. Segundo o evangelista São João, Maria não realiza apenas a vontade de Deus em sua vida, mas também orienta os outros a fazer o que Jesus lhe pede", explicou Dom Waldemar.

"Em 13 de maio, celebramos um dia especial para a comunidade católica em Valparaíso. Hoje, comemoramos o Dia de Nossa Senhora de Fátima, na Paróquia de mesmo nome, no Jardim Céu Azul. A Santa Missa foi celebrada por Dom Waldemar Passini e concelebrada pelo Padre Reinaldo, reunindo centenas de devotos e irmãos de fé cristã. Prestigiando este momento de louvor, o governador Ronaldo Caiado, o deputado federal Delegado Waldir, o deputado estadual Wilde Cambão, o nosso secretariado, o presidente da Câmara Placido Cunha e o prefeito Zé Diniz (Abadiânia). O meu abraço carinhoso aos fiéis e Viva Nossa Senhora de Fátima!", comentou o prefeito Pábio Mossoró.

Para  Wilde Cambão, a fé pode mudar o mundo. "Nós precisamos muito de proteção, precisamos ter muita fé, porque hoje em dia nós vemos cada vez menos amor ao próximo. A gente precisa se apegar a alguma coisa, ou o que será dos nossos filhos mais tarde? Temos que acompanhar a missa sempre, orar, louvar e pedir graças a Nossa Senhora de Fátima. Eu sei que essa fé pode mudar o mundo, mas para isso temos que estar na igreja rezando e pedindo pelas famílias do mundo inteiro", disse o deputado estadual.

Já para Placido Cunha, a crença representa paz em sua vida. "Os 105 anos do aparecimento da Nossa Senhora representa para mim muitas alegrias, bençãos e glória. Eu sinto que a fé que tenho na Santa me traz muita segurança, muita saúde, e sem ela eu não conseguiria viver", afirmou o presidente da câmara.

Para lembrar o acontecimento histórico, a Paróquia Nossa Senhora de Fátima, do bairro Jardim Céu Azul, celebrou uma Missa e louvor à "Santa dos Segredos",

Em 1917, Nossa Senhora de Fátima profetizou aos três pastorinhos, Lúcia, Francisco e Jacinta, que, se a humanidade não desse ouvidos aos apelos que ela vinha fazer, começaria uma segunda guerra mundial pior que a primeira é que a Rússia espalharia seus erros pelo mundo.

O que de fato aconteceu: a segunda guerra ocorreu de 1939 a 1945 e a revolução comunista na Rússia eclodiu um mês depois da sexta aparição.

Nossa Senhora vinha pedir a conversão pois, do contrário, duras perseguições se desencadeariam contra a Igreja e a mão de Deus puniria a terra por sua infidelidade.

Nos dias 13 de maio, junho, julho, setembro e outubro de 1917, Nossa Senhora apareceu na cova da Iria, um local onde os pastores levavam as ovelhas para se alimentar.

A santa apareceu, todas as vezes, para um grupo de três crianças: Francisco, Jacinta e Lúcia.

Elas espalharam para toda a comunidade os pedidos que a santa havia feito. Mas, poucos acreditaram. Então, elas pediram que Nossa Senhora fizesse algum milagre para provar que o que elas estavam relatando era verdade.

Aí, na segunda aparição, Nossa Senhora fez o sol girar. O milagre foi presenciado por 70 mil pessoas.

Lúcia é a única que ainda está viva. Ela vive em um convento das Irmãs Carmelitas em Coimbra, Portugal.
Rosângela Chimiti

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

Postar um comentário

Comentários ofensivos serão deletados.

Postagem Anterior Próxima Postagem