IESB

Avanço do Lula obriga Pablo Marçal a entrar no jogo pra valer!

Sabedor de que a mulher é a protagonista da eleição de          2022, Lula diz que Janja terá papel importante em sua campanha
Sabedor de que a mulher é a protagonista da eleição de 2022, Lula diz que Janja terá papel importante em sua campanha

Texto escrito pelo jornalista Walter Brito

A máxima dita pelos saudosos mineiros de quatro costados Tancredo Neves e Magalhães Pinto continua em voga quando faltam 111 dias para a eleição mais complexa vista pelos diversos Brasis em todos os tempos. Diziam os mineiros: 'Política é como nuvem. Você olha e está de um jeito, olha novamente e está completamente diferente'.

Marçal afirmou a este repórter Walter Brito, que Lula vai levar a esposa com a qual acabou de se casar para a campanha política, por estar desgastado e precisa do reforço da Janja. ' Eu sou casado com a Ana Carolina, minha única mulher há 13 anos. Ela é minha sócia em minhas empresas e está esperando nosso quinto filho. Não tenho intenção de levá-la para a campanha política', disse.


Sabemos que a eleição em pauta é a eleição da pandemia da Covid 19, que dita características muito mais fortes que somente o discurso do equilíbrio da economia discutida por especialistas importados de Chicago e Harvard e os planos mirabolantes para empregar 12 milhões de brasileiros. Caindo na real, a pandemia que matou 668 mil brasileiros é quem ditará as regras do jogo. Nesse sentido, a mulher é de fato a protagonista da eleição de 2022, é o que indicou a pesquisa qualitativa que tirou João Doria (PSDB) do páreo e colocou na vitrine Simone Tebet do MDB.

Simone Tebet ( MDB) e Pablo Marçal ( PROS) estão empatados dentro da margem de erro.


Todo mundo sabe também que o MDB em cada um dos 27 estados da federação tem um cacique desde a sua fundação! Quando o cacique sai de cena, o filho ou alguém indicado por ele assume o comando. Em Goiás, por exemplo, o líder histórico foi Iris Rezende. Quando perdeu para o jovem de 33 anos Marconi Perillo (PSDB), começou a passar o bastão para Maguito Vilela. Iris foi tudo no MDB e para Goiás: Ministro da Agricultura e da Justiça, foi governador de Goiás, senador, deputado e prefeito de Goiânia até os 86 anos.

Na foto, Fátima Pérola Neggra e o jornalista Walter Brito na Feira do Livro do Pacaembu -SP. Ela é cotada para ser vice do Pablo. Eu, jornalista Walter Brito, sou pré-candidato a deputado federal pelo PROS em São Paulo


Com a morte de Maguito pela Covid 19, assumiu o comando o filho, Daniel Vilela, que está na disputa como vice-governador de Ronaldo Caiado (União Brasil) e, claro, o favorito para vencer. Os caciques do MDB são tão poderosos que nem Ulysses Guimarães decolou para presidente da República, mas o partido sempre gostou do poder, principalmente se o cargo for vice. Foi assim com Sarney, que assumiu o lugar de Tancredo, com Itamar Franco, que assumiu o lugar de Collor, e Michel Temer, que assumiu o lugar de Dilma Rousseff. Simone tem conseguido alguns pontinhos nas pesquisas pelo fato de ser mulher, que é a protagonista desta eleição. Entretanto, a verdadeira protagonista é a esposa do taxista, companheira do trabalhador braçal, ou proprietário de um pequeno comércio que faliu na pandemia. Quando faleceu alguém na família desses personagens, a mulher foi a psicóloga da família para equilibrar psicologicamente o lar, pois nisso também ela é mais forte que o homem.


A Fátima Pérola Neggra foi candidata a vice -governadora            pelo Estado de São Paulo em 2018 e sua chapa obteve 750 mil            votos. Cotada para ser vice do Marçal, ela pode se filiar no            período das convenções partidárias
A Fátima Pérola Neggra foi candidata a vice -governadora pelo Estado de São Paulo em 2018 e sua chapa obteve 750 mil votos. Cotada para ser vice do Marçal, ela pode se filiar no período das convenções partidárias


De um modo geral, a esposa dos personagens acima, é uma mulher negra. Esta foi vender quitutes, lavar banheiros, trabalhar como babá, virou cuidadora de idosos, entre outros, quando o seu marido taxista que ganhava 12 mil reais por mês, passou a auferir somente R$1.500,00 mensais. A mulher passa a colocar efetivamente comida na mesa, muitas vezes sozinha. Nesta seara, Pablo Marçal, que foi liberado pelo PROS para ser pré-candidato no dia 18 de maio, portanto, menos de um mês na pré-campanha, já pontua com 1,6% nas pesquisas e num empate técnico com Simone Tebet. Pablo, que é empresário e está construindo uma cidade em Angola na África, na próxima quarta-feira 15/6, deverá almoçar com embaixadores africanos em Brasília e certamente falará sobre suas intenções no relacionamento do Brasil com o continente africano, caso vença o pleito cujo primeiro turno se aproxima. Pablo Marçal tem dito em suas entrevistas que sua vice será uma mulher negra divorciada, e na faixa dos 53 anos, o que remete à sua idade ao contrário, que é 35 anos. Por outro lado, pesquisas da maioria dos institutos indicam que Lula está subindo. Marçal, aos 25 dias como pré-candidato, tudo indica que à medida que torna-se conhecido, ele cresce. O curioso é que 52% de seu eleitorado ganha mensalmente de um a cinco salários mínimos. As qualitativas indicam também que esse é o eleitorado que decidirá quem irá para o segundo turno. Acredito que se o Marçal conseguir mostrar para os 107 milhões de brasileiros que estão entre a classe pobre e média, ele entra pra valer no jogo rumo ao Palácio do Planalto.
Emerson Tormann

Técnico Industrial em Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Especialista em inspeção predial. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Comentários ofensivos serão deletados.

Postagem Anterior Próxima Postagem