IESB

Depois dos distritais, pré-candidatos a federais pedem candidatura de PO

Membros do PSD pedem ao presidente da legenda que encabeça chapa para as eleições deste ano



Fotos:Marcelo Santos.

Em reunião na noite desta quinta-feira (28), o presidente regional do PSD, o empresário Paulo Octávio, ouviu novos pedidos para que seja candidato ao Governo do Distrito Federal (GDF) nas eleições deste ano. Desta vez, os pré-candidatos a deputados federais defenderam que ele seja o indicado. Segundo PO, caso ele aceite a missão, o caminho será o da conciliação. "A melhor construção política é essa. Até o dia 5, tudo pode acontecer. Política se faz com diálogo, para não se sair em uma chapa sozinho. Mas minha missão é ajudar a eleição de", acrescentou.

"Se disputarmos as eleições, vamos fazer com a ética que sempre norteou minha vida. Nunca fiz política de destruição, mas de construção e composição. Não farei ataques ao governo, nem ao governador Ibaneis. Também não criticarei diretamente ninguém. Se entendermos que nosso caminho é disputar as eleições como governador, vamos elaborar propostas estruturantes para a cidade, dando continuidade a tudo que foi feito corretamente e propondo mais benefícios para a população", comentou.

Segundo Virgílio Neto, pré-candidato a deputado federal e vice-presidente do PSD-DF, a candidatura de Paulo Octávio é fundamental. "Temos o melhor partido, o melhor nome para o GDF e o melhor plantel de pré-candidatos. O DF sofreu muito nos últimos governos por falta de gestão, e PO sabe fazer. E nós, pré-candidatos, podemos chegar às vagas", acrescentou.

Para o Néviton Sangue Bom, o jogo zerou. "Precisamos ter um governador que abrace a todos os brasileiros que moram no DF e trate com atenção e carinho a população que tanto sofre. Meu coração se encheu de alegria ao saber que PO pode ser este nome, trazendo um vice e um senador que ajudem o GDF, para fazer um governo para todos, evitando que as pessoas passem fome e sofram nas filas dos CRAS. Brasília precisa parar de olhar para o retrovisor e mirar um futuro diferente", afirmou.

Coronel Charles foi outro a defender PO como cabeça de chapa. "Pense com carinho neste desafio, pois seu perfil como empreendedor é o adequado para a gestão pública. O povo precisa de quem veja o desemprego como prioridade, o que você fez na sua vida empresarial", disse. Doutora Gil, também defendeu a candidatura de PO e elogiou o espírito pluralista da legenda. "Por isso, nosso grupo é vitorioso", acrescentou. A seu lado, Adriana Mangabeira destacou o orgulho de pertencer à família PSD.

Ibi Batista elogiou o papel de Anna Christina Kubitschek e a disposição de PO de "colocar a cara a tapa", acrescentando que sabe que, para o presidente do partido, o melhor seria não ser candidato. Pedro Oliveira também destacou que a tarefa não será fácil, e agradeceu ao PSD pela disposição. Mais experiente dos pré-candidatos, Tiago Mendes prometeu trabalhar pela vitória de alguém ligado à família Kubitschek – PO é marido da neta de JK. Ismael da Estrutural e André Octávio Kubitschek também defenderam a candidatura de PO. "Vamos rumo à vitória", disse o filho de Paulo Octávio.

Com 11 pré-candidatos a deputados federais, sendo três mulheres, o PSD-DF terá de escolher seis homens para completar a nominata. O objetivo do presidente da legenda é eleger pelo menos dois parlamentares para a Câmara dos Deputados. Para isso, revelou que busca mais verbas com a executiva nacional. "Eu tenho conversado com nosso presidente (Gilberto) Kassab, pedindo mais recursos para o DF", destacou.

Conheça o portal FOCO NACIONAL: foconacional.com.br

Postar um comentário

Comentários ofensivos serão deletados.

Postagem Anterior Próxima Postagem