IESB

Construção civil fortalecida com medidas de Ibaneis para o setor


Atuação do emedebista foi lembrada em jantar com representantes da categoria



Foto: Renato Santos.

 

Candidato à reeleição pelo MDB, Ibaneis Rocha destacou a força da construção civil em jantar com representantes da categoria, na noite desta quinta-feira (4). O emedebista lembrou a importância do setor, que emprega 140 mil pessoas e é responsável por grandes obras do Distrito Federal.

 

"Fiz um mandato onde eu não prestigiei uma ou duas empresas, fiz um mandato onde eu abri espaço para todas as empresas, para que os empresários participassem da forma mais lícita e correta possível. Isso fez com que ganhássemos a confiança do empresariado", disse Ibaneis Rocha.

 

Ainda segundo Ibaneis, o DF passa por uma transformação com as obras espalhadas por todas as cidades. "O que acontece nessa cidade hoje é fruto da coragem. O maior avanço imobiliário hoje é na região do Tororó, fruto da duplicação da DF-140, que vários governos não tiveram coragem de fazer. Quando você faz uma obra como o Túnel de Taguatinga, o investimento chega e o empresário vem atrás, e assim vamos fazendo em todos os lugares", acrescentou Ibaneis Rocha. 

 

Presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Distrito Federal (Sinduscon), Dionyzio Klavdianos listou uma série de ações da gestão Ibaneis que beneficiaram o setor. 

 

"O trabalho que ele fez foi no sentido de dar força e desenvolver o setor, seja com obras públicas, na incorporação imobiliária, na legalização dos lotes e tantos outros. É uma gestão vitoriosa no que tange a construção civil", afirma.

 

Dionyzio também elogiou a condução de Ibaneis Rocha na pandemia, o que permitiu que o setor da construção civil mantivesse os empregos. "Ele fez um belíssimo trabalho na pandemia. Ali ele mostrou que tinha condições de fato de ser governador, e fomos muito parceiros. O setor da construção civil emprega muitas pessoas das classes C, D, E. Eles tiveram dinheiro para gastar, o setor girou, a economia rodou. O setor tem essa capacidade", complementou Dionyzio.

 

Postar um comentário

Comentários ofensivos serão deletados.

Postagem Anterior Próxima Postagem