Bio Caldo - Quit Alimentos

“Todas as vezes que Goiás for chamado, estará presente”, diz Caiado sobre relação com presidente eleito

Governador reforça que tratamento com o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva será respeitoso e avalia que democracia brasileira está fortalecida

Fotos: Lucas Diener.

O governador Ronaldo Caiado destacou, nesta segunda-feira (31/10), que seu tratamento com o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva será respeitoso e republicano. Afirmou ainda que Goiás estará presente em todas as discussões em que for chamado com o Governo Federal a partir de 2023. "É do jogo democrático (a vitória de Lula). Estamos preparados para ele. Ganhando ou perdendo, o jogo continua. E a democracia está cada vez mais forte", salientou o chefe do Executivo Estadual durante coletiva à imprensa no lançamento da Operação Nordeste Solidário.

Lula venceu as eleições neste domingo (30/10) com 50,90% dos votos válidos. Ainda ontem à noite, o governador, que venceu as eleições no primeiro turno, reconheceu a vitória com uma mensagem nas redes sociais. "Venceu o desejo soberano do povo brasileiro! Faço política com total respeito à democracia. Parabenizo o presidente Lula e, como Governador de Goiás, continuarei trabalhando por parcerias", escreveu Caiado.

Nesta segunda, Caiado reforçou que não há espaço para animosidade na relação entre o governo estadual e federal. "A relação tem de ser respeitosa. Não existe outra que não seja essa", afirmou. "Todas as vezes que Goiás for chamado para se reunir, estará presente, levando suas reivindicações e participando das discussões", explicou.

Paralisações
Na coletiva, o governador também comentou as paralisações de caminhoneiros descontentes com o resultado da eleição presidencial, que bloqueiam rodovias federais e estaduais em várias partes do país. "Já tomei as providências possíveis", informou. Segundo ele, as forças de segurança estão orientadas a garantir o livre trânsito de carros de passeio, bem como de ambulâncias, veículos que transportam produtos perecíveis e essenciais à saúde. "Tudo será resolvido dentro do bom diálogo", reforçou.
Edilayne Martins

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

Postar um comentário

Comentários ofensivos serão deletados.

Postagem Anterior Próxima Postagem