Bio Caldo - Quit Alimentos

Governador Ibaneis Rocha inaugura o Viaduto do Sudoeste


diariamente. “É uma obra maravilhosa, acompanhei o andamento dela quase que diuturnamente. O governador Ibaneis Rocha está de parabéns por entregar uma obra tão bonita, funcional e útil para a nossa comunidade”, afirmou.


Também moradora da região, Leonor Aguena, 61, elogiou a qualidade e eficiência do complexo viário da Epig. “Foi uma excelente iniciativa: o trânsito vai fluir melhor e vai acabar com o engarrafamento. Essa obra vai facilitar muito a vida de todo mundo aqui; só temos a agradecer”, avaliou.


O servidor público Iran Soterro todos os dias deixa a Asa Sul com destino ao Sudoeste para trabalhar e lembrou dos transtornos. “O meu sonho era isso aqui, sair do parque direto para o Sudoeste. Acho que esse viaduto vai diminuir em 10 minutos no meu trajeto e vai ser muito bom para todos aqui da região, acabando com aquele tumulto de sempre. Essa área sempre foi um gargalo, então vai dar um grande alívio”, disse.


O administrador do Sudoeste/Octogonal/SIG, Reginaldo Sardinha, destacou a importância da entrega para os moradores das três regiões: “Vai melhorar muito porque desde a construção do Sudoeste e o advento das quadras 500 e 300, a questão do trânsito era um grande transtorno para os moradores. O viaduto vem para trazer um fluxo normal”.


Homenagem


As principais obras viárias do GDF têm homenageado personalidades da cidade ou que tenham relação com a capital federal. Depois dos complexos viários Governador Roriz (na saída norte) e Padre Jonas Vettoraci (em Sobradinho) e do Túnel Rei Pelé (em Taguatinga), o Viaduto da Epig foi batizado de Viaduto Luiz Carlos Botelho Ferreira.


A escolha é um tributo ao engenheiro civil e empresário, que morreu em 2018. “O nome que damos a esse viaduto é de um nome de um homem muito honrado e que trabalhou muito pelo Distrito Federal”, destacou o governador Ibaneis Rocha.


O secretário de Obras e Infraestrutura também destacou a importância do viaduto ter sido batizado em homenagem ao engenheiro. “Luiz Carlos foi uma referência. Foi um grande engenheiro e o legado que ele deixa, não só da família, também para nossa engenharia e para a cidade, e agora está representado nesse viaduto”, disse.


A solenidade contou com a presença da família de Botelho Ferreira. O filho dele Pedro Henrique Ferreira se mostrou bastante emocionado e disse ver semelhanças na obra com o viaduto criado pelo pai para ligar as W3 Sul e Norte. “Agradeço primeiro ao governador por prover essa obra e pela sensibilidade e generosidade em homenagear meu pai. Seus feitos foram muitos e sempre de forma anônima. Não fosse esse ato de generosidade do governador ao meu pai ficaria guardado apenas na lembrança de quem convivia e conhecia seus feitos”, definiu.

William Wallace

Jornalista, escritor e desenvolvedor de leis, domina a blogosfera sociocultural com o compromisso de destacar notícias e melhorias governamentais. Seu trabalho abrange matérias especiais, entrevistas e artigos de autoridades, enquanto promove a transparência e benefícios sociais.

Postar um comentário

Comentários ofensivos serão deletados.

Postagem Anterior Próxima Postagem