Bio Caldo - Quit Alimentos

Escolas do Futuro apoiam 87 projetos liderados por mulheres

Iniciativa faz parte do programa Goianas S.A., que estimula mulheres com ideias inovadoras (Foto: Secti)
Iniciativa faz parte do programa Goianas S.A., que estimula mulheres com ideias inovadoras (Foto: Secti)

As Escolas do Futuro de Goiás (EFGs) começaram o ano apoiando 87 negócios e ideias inovadoras liderados por mulheres goianas. As selecionadas vão receber, gratuitamente, a partir desta quarta-feira (10/01), três meses de pré-incubação e acesso aos Ambientes de Inovação das unidades de ensino tecnológico e inovação do Governo de Goiás.

A iniciativa faz parte do programa Goianas S.A., que tem o objetivo de dar suporte às mulheres com ideias inovadoras que possam ser transformadas em negócios, assim como àquelas que já deram o primeiro passo no empreendedorismo inovador.

As iniciativas contempladas vão contar com uma jornada de oficinas e consultorias para estruturar os modelos de negócios e esboçar o produto, serviço ou protótipo a ser oferecido ao mercado.

GOIANAS S.A. NAS ESCOLAS DO FUTURO

Nas oficinas, serão trabalhados vários eixos importantes para o sucesso de um negócio, como empoderamento feminino por meio da psicologia e autoconfiança; design gráfico; estratégias digitais; marketing; networking; e construção de relacionamentos.

"Nosso objetivo é fomentar o empreendedorismo inovador feminino em Goiás, assim como sua liderança no mercado. É papel do estado dar esse suporte a quem quer inovar e as Escolas do Futuro são o lugar para isso", afirma o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, José Frederico Lyra Netto.

Os projetos foram avaliados seguindo cinco critérios: identificação do problema e proposta de valor, grau de inovação, capacidade técnica das empreendedoras, motivação e perfil da empreendedora, e potencial de interação com a Escola do Futuro.

Todas as atividades de consultoria e uso dos ambientes de inovação serão realizadas de forma presencial nas unidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Santo Antônio do Descoberto, Mineiros e Valparaíso de Goiás.

"Minha jornada começou por necessidade. Estava sem dinheiro para pagar as contas básicas e decidi empreender em um restaurante delivery", conta Eline Mendes da Costa, uma das 87 selecionadas pelo programa Goianas S.A. A expectativa dela é impactar a comunidade. "Quero dar o meu melhor", frisa a empreendedora, que aponta como principais desafios de seu negócio as finanças e a logística.

O Goianas S.A. é uma das ramificações do programa Goianas na Ciência e Inovação, lançado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Goiás (Secti), e que abriga uma série de iniciativas para fomentar o empreendedorismo, a pesquisa e a presença de mulheres nas ciências e no mercado de trabalho. Outros editais do programa estão previstos para 2024.
Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Comentários ofensivos serão deletados.

Postagem Anterior Próxima Postagem