Bio Caldo - Quit Alimentos

Indústria de Goiás tem a décima segunda alta consecutiva

Altas mais relevantes do mês foram na categoria de confecção de artigos do vestuário e acessórios, que subiu 224,8% (Foto: CNI/José Paulo Lacerda)

A indústria goiana registra crescimento de 12,7%, na comparação com abril de 2023, atingindo a décima segunda alta consecutiva e marcando um acumulado positivo de 11,3% no ano. Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta sexta-feira (14/6).

As altas mais relevantes do mês foram na categoria de confecção de artigos do vestuário e acessórios, que subiu 224,8%; fabricação de veículos automotores, reboques e carrocerias (95,5%), e fabricação de produtos alimentícios (14,0%). Desses, destaca-se o último, devido ao peso na composição da taxa de crescimento da indústria goiana.

INDÚSTRIA

No geral, a produção de alimentos foi responsável por 6,79 pontos percentuais do aumento de 12,7% no mês, representando mais da metade do avanço da indústria em Goiás.

"Os excelentes resultados na pesquisa industrial evidenciam a capacidade inovadora e a competitividade das nossas indústrias, impulsionando o crescimento econômico e a criação de empregos", celebra o titular da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), Joel de Sant'Anna Braga Filho.

"Especialmente o crescimento do setor de confecção de artigos do vestuário e acessórios indica que a SIC está no caminho correto, ao investir em programas de incentivo à indústria têxtil como o Cinturão da Moda", destaca o secretário.

SOBRE A PIM-PF

A Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF) gera indicadores de produção mês a mês para as indústrias extrativa e de transformação. As informações permitem analisar o nível da produção ao longo do tempo para uma mesma unidade da Federação ou entre unidades da Federação, em diferentes setores de atividade.

Por Kattia Barreto via Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços - Governo de Goiás

Postar um comentário

Comentários ofensivos serão deletados.

Postagem Anterior Próxima Postagem