Bio Caldo - Quit Alimentos

Comemore o Dia da Pizza sem peso na consciência

 





 

Quem diria que de um simples tipo de pão produzido séculos antes de Cristo, formaria a tão famosa pizza, conhecida mundialmente e um dos alimentos “queridinho” dos brasileiros. A receita, em formato de disco, é composta por ingredientes fonte de carboidrato e gordura. Sua ingestão até pode ser saudável, dependendo dos ingredientes, mas a quantidade exagerada pode motivar o ganho de peso.

Composta por uma massa de farinho de trigo, com molho de tomate, queijo, legumes e recheios diversos como calabresa, bacon, frango, milho e muitos outros sabores variados entre salgados e doces, as pizzas podem ser menos saudáveis dependendo dos ingredientes, como carnes e queijos muito gordurosos que aumentam as calorias da massa, entretanto, não exagerar nas fatias e na quantidade de recheios calóricos, optando por ingredientes leves, são pontos positivos da ingestão da pizza. 

Um levantamento feito pelo Ifood no primeiro semestre do ano passado, mostra que mais de 41 milhões de pessoas solicitaram pedidos de pizzas no Brasil, equivalente a cinco pedidos de pizzas por segundo, sendo calabresa a preferência dos brasileiros

A nutricionista e gastróloga, Fernanda Avena, especialista em gastronomia e nutrição funcional, dar algumas sugestões de como é possível comer pizza com desencargo de consciência através de opções de torná-la mais saudável e menos calórica:

“é melhor comer uma massa integral, que contém mais fibras e nutrientes do que a massa branca refinada, faça pizzas individuais ou reduza o tamanho da pizza para controlar melhor as calorias, evite coberturas pesadas, como carnes e queijos muito gordurosos, carnes processadas como pepperoni, salsicha, bacon, pois são ricos em gorduras saturadas e sódio. Decida optar por ingredientes mais leves, como vegetais frescos, cogumelos, espinafre, tomates cereja, ervas frescas, frango desfiado e presunto magro. Também pode ajudar, reduzir a quantidade de queijo, escolher opções com teor reduzido de gordura, ou substituir por queijo cottage, ou de cabra. Ainda é possível optar por molhos de tomate caseiros, além de mais saborosos terão menos sódio e conservantes.”

Veja uma dica de recita de molho de tomate caseiro, indicado pela nutricionista:

INGREDIENTES:

·       12 unidades de tomate italiano maduro;

·       1 colher sopa de azeite oliva;

·       Alho – 2 dentes;

·       Manjericão fresco a gosto;

·       Sal e pimenta do reino a gosto.

MODO DE PREPARO:

1.    Cortar os tomates e bater no liquidificador, usar o modo pulsar para que não fique muito moído. Em uma panela, refogar o alho até dourar. Acrescentar 1 ramo grande de manjericão e deixar fritar por pouco tempo e só retirar no final do cozimento.

2.    Em seguida, colocar o tomate batido e deixar apurar (até modificar de cor, alaranjado para vermelho vivo). Temperar com sal e pimenta do reino a gosto. Cuidado com o sal! Tem que ficar um molho neutro.

 

Dia da Pizza no Brasil, surgiu através de um concurso para eleger as dez melhores pizzas, realizado pelo então secretário de turismo, Caio Carvalho, no estado de São Paulo, em 1985, na qual a data, 10 de julho, marcava o último dia do evento, que ocorreu 75 anos depois da chegada da recita ao país, em 1910, através dos italianos.

Mas a verdadeira história da pizza começou com os povos Mediterrâneos que produziam um modelo de pão com farinho de trigo que o chamavam de Abrahão ou piscea, de onde deriva o atual nome “pizza”. Ao decorrer dos anos e com as diferentes culturas alimentares de cada povo a simples massa foi ganhando novas receitas, temperos e formas diferentes de produção com alguns recheios, como legumes. Entretanto, a Itália é marcada como o país que populariza a receita, quando o pão recheado chega ao país. Ele era vendido de forma simples, como em comércios de rua, mas, os italianos transformaram a receita acrescentando o molho de tomate e o queijo, como a base da massa, além das variações de recheios. E foi em 1783, que que surgiu a primeira pizzaria do mundo, a Antica Pizzeria Port’Alba, em Nápoles na Itália e que existe até hoje.

Postar um comentário

Comentários ofensivos serão deletados.

Postagem Anterior Próxima Postagem