IESB

Paulo Octávio e André Kubitschek incentivam empreendedores em talk shows

Comandantes de uma das maiores corporações empresariais do DF, Paulo Octávio e André Octávio Kubitschek foram as estrelas de dois talk shows durante a terceira edição do Método Líderes do Brasil



O evento foi realizado no Kubitschek Plaza Hotel e visava a formação de empreendedores, empresários, influenciadores e líderes, com um formato inovador e estratégico, para fornecer o conhecimento necessário para que os jovens, em sua maioria, criassem ou engajassem seus negócios de maneira sólida e com foco na liderança e nos resultados.

No sábado, Paulo Octávio falou a mais de 250 empreendedores presentes dobre sua trajetória, fechando o segundo dia da edição. Entrevistado por Luiz Felipe Daher, presidente do Grupo Líderes do Brasil, ele falou de sua sua vida pessoal e profissional, desde a infância em Lavras-MG até o momento atual. Também respondeu a perguntas dos jovens empreendedores presentes ao evento.
  
Fotos: Renato de Castro.

Para o empresário, o evento teve uma enriquecedora troca de experiências entre gerações. "Aprendi muito com eles, e tenho certeza que passei um pouco da minha experiência a todos", disse. Ele não se esquivou de falar sobre nenhum assunto, desde como enfrentar crises econômicas até a volta à política, confirmando que é pré-candidato ao Senado nas eleições deste ano.

No domingo, o talk show comandado por Luiz Felipe Daher foi com André Octávio Kubitschek, e teve como tema a revolução que ele empreendeu no setor hoteleiro durante a pandemia da Covid-19. "Eu acabara de assumir a gestão da nossa rede hoteleira, após a aposentadoria do diretor-geral Helder Carneiro, quando houve a brusca queda de atividade, que foi necessária. Foi preciso reinventar o setor", contou.

Para virar o jogo, André Kubitschek contou com o apoio de seus funcionários e com sua criatividade. "Após detectar a vontade de muitas pessoas isolarem-se de casa, parti para a conquista de hóspedes mensalistas. E isso fez com que saltássemos nossa ocupação de 8% para 32% em um ano, garantindo a manutenção dos empreendimentos de portas abertas", destacou.

Ele também falou que o desafio de vencer a maior crise que o setor encarou nos últimos cem anos deu a ele uma responsabilidade extra. "Percebi que o legado de meu bisavô precisa ser ampliado e o de meu pai precisa ser continuado. Nossa cidade precisa seguir as lições de JK e crescer e é preciso gerar emprego e renda, como defende meu pai. Portanto, decidi também ingressar na vida pública, para lutar por um Brasil mais bem educado e empreendedor", analisou, confirmando que vai pleitear uma vaga na chapa de deputados federais do PSD na convenção deste ano, marcada inicialmente para dia 30 de julho.

Postar um comentário

Comentários ofensivos serão deletados.

Postagem Anterior Próxima Postagem